Rio de Janeiro Psicólogo e Sexólogo Paulo Bonança
C.R.P. 05.30190        
Psicoterapia é sinônimo de qualidade de vida 

Consultório em Copacabana

Informações e agendamento de consultas:  2236-3899 e 99783-9766


[email protected]

O que é Terapia Sexual?

A Terapia Sexual existe para trabalhar as dificuldades sexuais, e os psicoterapeutas sexuais são também chamados de sexólogos. A sexualidade humana, configura-se como uma das áreas mais intimas do individuo, e deve ser tratada com respeito, profissionalismo e ética.

    A maior parte dos distúrbios sexuais não se deve a traumas psíquicos profundos, mas a desajustamentos causados por desinformação e crises - ás vezes passageiras- de convivência. 

    Antes, as disfunções sexuais eram consideradas manifestações de séria psicopatologia e encaradas com pessimismo terapêutico. A evidência, hoje, sugere que as dificuldades sexuais, embora possam, naturalmente, ser manifestações de profundo distúrbio emocional, não se apresentam invariavelmente assim, ocorrendo também comumente em pessoas com perfeito funcionamento em outras áreas, sem demonstrarem  nenhum sintoma psicológico.

    Em muitos casos as disfunções sexuais têm  suas raízes em problemas mais imediatos e mais simples que, até recentemente, eram ignorados, tais como a antecipação de deficiência para a função, exigências reais ou imaginárias para a execução do ato sexual, medo da recusa ou humilhação pelo parceiro e medo das DST'S, dentre outros.

    Muitos pacientes com dificuldades sexuais respondem rapidamente e favoravelmente aos métodos de tratamento destinados a modificar tais obstáculos imediatos ao funcionamento sexual.

     A terapia do sexo difere-se das formas tradicionais de tratamento de dois modos: primeiro, os objetivos da terapia sexual são limitados essencialmente ao alívio da dificuldade sexual do paciente; segundo, a terapia do sexo distingue-se pelo emprego de tarefas sexuais e de comunicação, como partes integrantes do tratamento.

    Entretanto, no curso da terapia sexual, os conflitos intrapsíquicos e transacionais são quase invariavelmente tratados em alguma extensão. Na realidade, a cura da dificuldade sexual é geralmente impossível sem tal intervenção.

    O uso das experiências sexuais estruturadas, sistematicamente integrado ao conjunto das sessões terapêuticas, é a principal inovação e o característico distintivo da terapia do sexo. 

    O terapeuta sexual esta preparado para ajudar o cliente a solucionar  dificuldades envolvendo problemas sexuais, como: impotencia (disfunção erétil); ejaculação sem controle; falta de   orgasmo (anorgasmia); problemas de incompatibilidade sexual do casal ou de parceiros; falta de vontade para o sexo; compulsão sexual, entre outros.

Bibliografia: A Nova terapia sexual, Kaplan, H. S.


www.paulobonanca.com      [email protected]